FRDM-KL25Z – alternativas ao PE e outras opções caras

Um problema sério da Freescale é que para desenvolver é necessário debuggers caros da PE ou Segger. As FRDM pareciam uma mudança na postura da Freescale, mas o OpenSDA não foi tão “Open” assim. E foi só marketing. As FRDM de fábrica só programam o chip da placa e nenhum outro, mesmo que sejam o mesmo. Isso porque cada Kinetis tem um ID (olha o número da besta ai) único e assim o chip debugger fica amarrado ao chip original. Esses malditos IDs…

Mas logo opções baratas apareceram. As duas atualmente são o USBDM e CMSIS-DAP.

USBDM

Este nasceu lá traz como uma opção ao BDM para os HCS e Coldfires. São várias opções de hardware que podem ser feitos em casa – o dificíl é conseguir os JS16 – e transformados em um gravador BDM por preço baixo. Em seguida acrescentaram o SWD para permitir também o uso nos novos processadores ARM Kinetis. E em pouco tempo viram que as FRDM continham tudo que precisávamos para poder gravar um ARM bastava um firmware que não ficasse amarrado ao ID da placa.

Para poder usufruir é fácil.

  •  Faça o download do USBDM mais novo e procure pelos arquivos normalmente nas pastas FlashImages\MKxx:
  • USBDM_OpenSDAv1.sx
  • USBDM_OpenSDAv1_Unique_ID.sx
  • USBDM_OpenSDAv2_0.bin
  • USBDM_OpenSDAv2_0_Unique_ID.bin
  • USBDM_OpenSDAv2_1.bin
  • USBDM_OpenSDAv2_1_Unique_ID.bin
  • Desligue a placa e com o botão apertado (o unico nela) pluge o USB e o LED verde começara a piscar e um driver irá aparecer em meu computador com nome “bootloader”.
  • Copie o USBM_OpenSDAv1.sx ou outros para outras FRDM mais novas. Espere alguns segundo e pronto.
  • Desligue e ligue novamente e você estará livre das mãos da PE.
  • Para funcionar ainda é necessário instalar os drivers. Todos os pacotes podem ser baixados no SourceForge:

Link: USBDM

Link: Drivers

Eu como usuário do ArchLinux tive uma derrota. As dependências WX dos softwares GUI são para um versão diferente da compilada pelo Arch. Mesmo um link não deu certo. Mas o drive (na verdade as regras udev) funcionou corretamente.

CMSIS-DAP

Esta opção funciona através do OpenOCD e um firmware da Keil (fonte: http://karibe.co.ke/)

  • Faça download do Kickstart da Freescale e localize CMSIS_DAP_OpenSDA.s19 ou parecido.
  • Coloque a placa em modo bootloader e copie este arquivo para o driver do bootloader.
  • Ao desligar e ligar novamente já muda o dispositivo USB para o CMSIS.

O OpenOCD pode ser usado com esta placa no Kinetis Visual Studio, ou mesmo um ambiente próprio configurado no Eclipse ou makefiles. Estou usando o OpenOCD com o Code::Blocks para debug de STM32.

 

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s