Porque sou monarquista?

Origem

Falar em monarquismo é ser taxado de louco hoje em dia. Entretanto aos que assim nos taxam espero ao menos um pouco de estudo para poder iniciar um debate.

Dois livros, que li, me defendem dessa fama; um é a ‘Nova arte de pensar, Jean Guitton‘ livro que em um de seus ensinamentos prega que devamos negar a realidade para chegar a um pensamento novo. Então negando a frase ‘Louco é aquele que perdeu o juízo‘ este chega a brilhante conclusão que ‘Louco é aquele que perdeu tudo, menos o juízo‘. Também se negarmos que o sistema politico atual não é a melhor opção iniciam-se novas descobertas.

O outro livro não sei o nome, era somente um livro do ensino médio de história do Brasil que usei para estudar para os vestibulares. E lendo ele todo (sempre costumo le-los completamente) uma frase no final do capitulo sobre o período monárquico mudou de forma latente meus pensamentos ‘… tirando a escravidão o Brasil foi neste período um país mais democrático e pacifico que os próximos governos …‘.  Esta frase mudou meu preconceito – comum aos brasileiros –  ao período imperial. Aos poucos estudando cada vez mais a história do Brasil e do Mundo fui percebendo que de fato a monarquia nunca deveria ter sido extinta.

Tudo isso bem antes da crise politica atual.

Minhas razões

Algumas conclusões próprias me convenceram de ser um defensor desse sistema:

  • Um Rei dura muito. Se cada presidente que subir no planalto quiser enriquecer a si e seus amigos a falência é óbvia.
  • Um presidente e seus amigos tem data de saída. Não há compromisso para fazer o serviço correto não é mesmo? E pior, com a reeleição (ou sem ela) a preocupação é em manter a si e seus amigos no cargo, mesmo que isso custe a falência do país.
  • Uma repulsa comum à figura do Rei é: “vamos colocar um sortudo lá para viver a custas de nosso dinheiro?”. E dai? São poucos. Prefere então sustentar outros tantos a cada período de renovação no presidencialismo? Lembre-se que basta o sujeito ser presidente que já tem direito a pensão vitalícia. Isso representa infelizmente a baixa qualidade moral no país de desrespeito a figura da autoridade. Ser um Rei é visto hoje como um crime, uma subordinação humilhante. Não é. Ter um Rei estimula o respeito e aos valores familiares que tanto precisamos.

Razões dos outros monarquistas

Há um movimento tímido, mas com ótimas razões em defesa da restauração da monarquia.

  • Um Rei pensa para a próxima geração, um presidente para as próximas eleições.
  • Se houver crise de representatividade no parlamento o Rei dissolve o parlamento e convoca novas eleições (algo que sempre gostaríamos de fazer.)
  • A República veio para resolver problemas que ela não conseguiu.
  • No período imperial houve paz e liberdade. No período republicano tivemos tiranos, regimes totalitários, roubos. Isso é estabilidade?

Caminho

Você sabia que no período imperial o Brasil era um país rico? Mais importante que muitos países atuais (Celso Furtado). A República acabou com isso.  Um Rei não destruiria a Petrobras, porque ele não precisava ganhar dissecando as riquezas da maior empresa do pais. Um Rei faria a Petrobras crescer e ser forte por orgulho, por querer ganhar mais e entregar ao seu filho e cidadãos um país próspero.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s